Como vai a sua “Programação Existential”?


Por Tony D’Andrea

Foi com certa surpresa que minha resenha crítica sobre o Manual da Proéxis de Waldo Vieira foi publicada na revista conscienciológica Conscientia. Surpresa por que, segundo alguns colegas me diziam, aquela comunidade paracientífica não aceitaria publicar uma análise que tece uma crítica ao modelo de prescrição reencarnatória de Waldo Vieira.

Entretanto, como você vai notar, a resenha valoriza a objetividade e considera os pontos fortes assim como áreas de melhoria na obra de Vieira, avaliada de forma construtiva. A resenha está disponível no número 15.4 da revista Conscientia, ou aqui mesmo em formato PDF (Resenha do Manual Proexis 2012 Rev Conscientia). Aproveite, e deixe aqui o seu comentário. Feliz 2013!

Anúncios

4 Responses to Como vai a sua “Programação Existential”?

  1. Olá Tony, obrigado! Seu artigo me chamou atenção para aspectos da cientificidade que muitas vezes flexibilizo ou deixo passarem batidos (“taken for granted”). É muito fácil considerar a produção de conhecimento e a produção científica como sinônimos, e não raro o rótulo de “ciência convencional” entre outros servem mais para autojustificar a produção de conhecimento dentro de um sistema autocentrado e fechado, e enfraquecer os laços interdisciplinares.
    Entre as questões que tenho ao seu trabalho pergunto: uma conhecimento voltado à própria consciência, cujo objetivo é a evolução ou aperfeiçoamento do ser, não há de ter nas “condutas” um de seus principais focos? Neste sentido, mesmo o tratamento científico a este assunto não exigiria uma ligação bastante forte com asserções de caráter moral e prescritivo? E se o problema não for exatamente a ênfase prescritiva, mas a falta de diversidades prescritivas, bem como a pequena importância dada ao trato analítico prévio à mesma, fazendo com que cada asserção acabe tomando caráter muito universal pela falta de conhecimento contextual e diversificado acerca do mesmo? Não sou versado neste assunto, espero ter compreendido suas preocupações e gostaria de debater mais acerca das mesmas.
    Na seção introdutória de meu artigo “Programação Existencial: Fórmulas e Diagramas”, procuro refletir sobre o que pode parecer ter pretensões generalistas ser, na verdade, um depoimento ou ensaio. Mas ainda sinto estar longe de resolver estas equações. Gostaria de ouvir suas considerações. É muito bom poder interagir com quem tenha uma visão incomum sobre um tema de interesse mútuo. Abraços,
    Flávio

    • phd_angel disse:

      Flavio – Obrigado pelo interesse e pelas perguntas (que sao dificeis!). Olha, minha opiniao e’ a seguinte: ainda que eu tenha forte formacao cientifica (PhD e pos-doutorado), eu sou meio cetico quando ‘a eficacia da ciencia para abordar ou melhorar a consciencia. Ha’ diversas abordagens que me parecem mais produtivas ou interessantes, e mesmo incorporam cientificidade ou base metodologica empirica. So’ para citar algumas: psicologia positiva, psicologia transpessoal e o budismo meditacional. Nenhuma e’ moralista. Todas sao descritivas antes de sugerirem prescicoes. Todas ja’ transcenderam as algemas do verniz cientifico. Todas sao mais eficazes e eficientes no processo do auto-conhecimento.

  2. phd_angel disse:

    Ola Romulo – Nao sei se este artigo teria impacto positivo ou negativo. Mas quais pontos problematicos voce ve na Conscienciologia?

  3. rômulo disse:

    Fiquei chocado que a sua crítica foi publicado.Sou sociólogo e vejo vários pontos problemáticos na Conscienciologia,especialmente em suas publicações.
    Será que esse artigo poderia motivar uma crítica produtiva de suas obras?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: