Estudantes em Transe Veem Espírito (Caso Itatira)


Por Tony D’Andrea

As aulas em uma escola no interior do Ceará foram suspensas depois que um grupo de alunas entraram em estado de transe coletivo. Elas vinham surtando durante as aulas, afirmando ver o espírito de um estudante falecido sete anos atrás. A diretoria da escola decidiu chamar um psiquiatra e um padre parapsicólogo para uma reunião coletiva, que foi filmada por um dos pais. Durante o encontro, setes pessoas (incluindo alguns pais) surtaram e foram levados ao hospital para atendimento. As aulas foram retomadas alguns dias mais tarde, sem mais incidentes.

O episódio ocorreu na escola municipal Eduardo Barbosa, zona rural de Itatira (221 km de Fortaleza). A diretora afirmou que a prefeitura investigou a possibilidade de envenenamento da água e alimentos consumidos na escola, mas nada de anormal foi detetado.  Conforme os relatos, as jovens ficavam descontroladas, agressivas e não se lembravam de detalhes. “Alguns ficaram com a voz grossa. Pareciam em transe”, afirma a diretora.

O padre e parapsicólogo Élio de Freitas, que investigou o fenômeno no local, afirmou ter conversado com os alunos, constatando que a maior parte delas apresenta problemas familiares e emocionais, o que poderia provocar a histeria coletiva. “A sensibilidade delas está tão alta que uma capta a angústia da outra pelo inconsciente e passa a sentir os mesmos sintomas”, e adiciona, “a comunidade está começando a acreditar que a escola é amaldiçoada, mas se trata de um caso de histeria coletiva ou contágio psíquico”. Esta é também a posição do psiquiatra Adalberto Barreto que acompanhou o caso indiretamente.

Ao meu ver, este caso merece análise detalhada. Transe coletivo pode ocorrer sem referência a crenças espíritas, por exemplo, como resultado de intoxicação farmacológica ou em situações de forte efervescência emocional. No Brasil, o transe ocorre comumente durante cultos mediúnicos ou evangélicos, sendo interpretados conforme o sistema de crenças interno. É provável que estas moças estejam apenas manifestando um mecanismo de contágio emocional mútuo. Interessante mesmo seria examinar o “epicentro” – a primeira pessoa queentrou em transe, e buscar identificar qual a sua situação familiar, antecedentes religiosos e psiquiátricos, sua relação com o estudante falecido, assim como testar a possibilidade de achados extra-sensoriais.

Entranced Students See Spirit (Itatira Case)

A rural school in Ceará state (northeast of Brazil) was temporarily closed after a group of teenage girls  fell in a trance state collectively. They had been manifesting disruptive “black-out” symptoms during class, and claimed to see the spirit of a male student diseased seven years earlier. The school board called a psychiatrist and a parapsychologist priest to investigate the case and to deliver a school meeting, filmed by one of the parents (see above). During the meeting, seven people burst into a trance and were taken to the local hospital for treatment. Classes were resumed several days later, without any further incident.

The strange events took place in the public school Eduardo Barbosa in a small town of Itatira, located some 220 km from the state capital Fortaleza. The school principal claimed that the City Hall investigated the food and water for any contamination but found no abnormalities. According to her, the possessed youth were uncontrolled, aggressive, and did not remember details afterward. “Some spoke with a deep voice, and seemed in a trance”.

Priest and parapsychologist Elio de Freitas, who investigated the episode in site, claimed that most of the involved students have family and emotional problems, which could have led to the collective hysteria. “They are so sensitive that one captures each other’s anxieties unconsciously and begins to feel the same symptoms,” adding, “the community started to believe that the school is cursed, but actually this is a case of collective hysteria or psychological contagion.” This position is also held by psychiatrist Adalberto Barreto who monitored the case from Fortaleza, and made himself available in case the municipality requests.

In my opinion, the case deserves a more detailed analysis. Group trance may occur with no reference to spirit communication, such as in the case of drug poisoning or, more simply, during situations of strong emotional effervescence. In Brazil, trance is commonly seen in medium or  evangelical rituals, and is interpreted accordingly to their internal belief system. Quite likely, in the Itatira case, these girls were just overtaken by some process of mutual emotional influence. Yet, it would be very interesting to examine the “epicenter” more closely – the person who first fell in a trance, and ascertain her family status, religious and psychiatric background, her relationship (if any) with the deceased student, and also test the possibility of any extrasensory findings.

Anúncios

One Response to Estudantes em Transe Veem Espírito (Caso Itatira)

  1. alessadra disse:

    eu acho que essa escola deveria ser derrubada e manda um pasto ali pra ora pelo garoto que morreu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: